Dicas fáceis de como customizar móveis de madeira.

Você já pensou em dar o seu toque especial nos móveis de madeira? Que tal deixar os móveis com um acabamento que te represente? Separamos para esse artigo dicas incríveis para você customizar os móveis de madeira, fazendo você mesmo.

Uma das tendências mais utilizadas atualmente para decoração é o DIY, uma sigla inglesa para “do it yourself”, que traduzido quer dizer “faça você mesmo”. A ideia é conseguir uma decoração que reflita a sua personalidade e que tenha de fato a sua cara.

Muitas vezes, quando compramos móveis de madeira, pode acontecer de termos em um mesmo cômodo móveis com tonalidades diferentes. Nesse caso, dar um retoque no mobiliário com técnicas DIY são ótimas escolhas. Então, fique atento as dicas a seguir e mãos à obra.

1. A tinta certa para pintar seus móveis

Antes de tudo é preciso avaliar qual o material correto que deve ser aplicado em seu móvel. A tentação de sair pintando pode ser grande, mas as consequências podem ser drásticas. Então, antes de aplicar qualquer produto em seu móvel de madeira é preciso analisar o tipo de madeira e quais materiais são compatíveis com seu mobiliário.

Veja abaixo a descrição de alguns materiais para pintura de madeira:

1.1 Tinta esmalte sintético: essa é a tinta mais recomendada para a pintura de madeira, pode ser utilizada em portas, artesanatos, MDF, metal e outras superfícies. Além de ser fácil de aplicar, o esmalte sintético tem alto brilho e durabilidade média de 10 anos. Mas é preciso

1.2 Tinta epóxi: impermeável e bastante resistente à umidade e abrasão, a tinta epóxi pode ser encontrada à base de água ou solvente, e adere bem em diferentes superfícies.

1.3 Tinta acrílica: solúvel em água, a tinta acrílica deixa um acabamento impermeável. É indicada para móveis de madeira que fiquem do lado externo. Embora o preço dessa tinta seja um pouco mais caro do que as convencionais, ela possui diversas características como: anti-mofo, anti-bactérias e anti-fungos.

1.4 Tinta látex: embora seja a tinta mais comum no mercado, a tinta látex não é das mais resistentes. A cobertura é boa, não deixa cheiro forte no ambiente, é solúvel em água, econômica e seca bem rápido. Para usar essa tinta, escolha móveis que não fiquem próximos a ambientes úmidos.

1.5 Verniz: Para manter um aspecto natural na madeira, o verniz é a opção ideal, além de promover ao móvel um acabamento protetor sobre a madeira.

2. Escolha as ferramentas certas

Para garantir um bom acabamento em seu mobiliário, você deve escolher ferramentas específicas para o tamanho da superfície do móvel. Se for um móvel menor, com mais detalhes e área de pintura mais enxuta, um rolo pequeno ou médio pode dar conta. Para móveis com superfícies maiores, o ideal é um rolo médio ou grande. Atente-se que se você utilizar uma ferramenta pequena para uma superfície grande, além de demorar mais tempo, você acaba fazendo vários riscos na pintura.

3. Preparando o mobiliário

Um detalhe importante, que nem sempre é lembrado é o de retirar as portas e as gavetas do móvel antes de iniciar a pintura. Pintá-los diretamente no mobiliário podem acabar por danificar o móvel.

O segundo ponto é tirar os puxadores, alças e qualquer outro acessório, além de cobrir itens que não podem ser pintados com fita crepe.

Por fim, tenha atenção ao local destinado para fazer seu DIY. Espalhe pelo chão jornais velhos ou pedaços de papelão para apoiar o móvel e não sujar o ambiente. Preferencialmente faça a pintura em uma área externa.

4. Limpando o mobiliário

A limpeza, antes de iniciar a tintura, é extremamente necessária, uma vez que qualquer acúmulo de sujeira dificulta a pintura e pode fazer o móvel descascar mais facilmente. Portanto, é importante deixar o móvel bem limpo antes de entrar com a tintura, para isso use um pano com álcool e desengordurante removendo o acúmulo de gordura e poeira.

5. Corrija as imperfeições

Dependendo do móvel escolhido para a reforma, você pode precisar corrigir eventuais imperfeições da peça. Para isso, use produtos específicos para madeira que funcionarão como uma massa, corrigindo imperfeições, ajudando na secagem e evitando que a madeira encolha.

6. Prepare a madeira

É preciso deixar o móvel com uma aparência fosca para garantir aderência da tinta. Para isso, lixe as superfícies e limpe a peça novamente removendo a poeira. Essa fase da preparação é uma das etapas mais importantes em seu DIY, pois é a garantia da perfeição da pintura.

Inicie com uma lixa mais grossa, de grão médio e verifique se o móvel está ficando com um desgaste uniforme. Em seguida passe para uma lixa mais fina, assim você conseguirá garantir um acabamento mais refinado a peça. Por fim, limpe bem com um pano macio e úmido, e depois com um pano seco.

7. Iniciando a pintura 

Antes de começar a pintura, considere a aplicação de um prime preparador. Esse produto aumentara a adesão e a durabilidade da tinta na peça. Caso seus planos seja de mudar a cor da madeira, o mais indicado é que o prime seja branco para não interferir na cor da tinta. Uma demão de prime é suficiente e você deve respeitar o tempo de secagem conforme descrito na embalagem. Para facilitar essa etapa escolha um prime em spray.

Agora sim! Chegou a hora da pintura. Aplique a primeira demão, espere secar e siga até a terceira demão. Geralmente, cores claras em móveis escuros precisam de três a quatro demãos. Já cores escuras em móveis escuros, três demãos de tinta são suficientes.

Não esqueça de preparar a tinta conforme as orientações do fabricante. Se você optou por tinta spray, o trabalho é mais rápido e exige menos habilidade. Já para as tintas comuns, use o rolo de espuma em superfícies maiores e retas, e o pincel para cobrir áreas trabalhadas e com detalhes entalhados na madeira. Uma dica importante é trabalhar com o pincel sobre a tinta úmida para garantir uma cobertura uniforme.

Dê um intervalo de secagem de pelo menos 6 horas e aplique a próxima demão. 

8. Tempo de secagem

Finalizado todas as camadas de tinta, evite movimentar o móvel para não danificar o acabamento. As tintas mais modernas, mesmo a base de solvente, geralmente secam entre 30 minutos e uma hora, entre as demãos. No entanto, a secagem total pode levar 24h ou mais. Fique atento as recomendações do fabricante.

E aí, você está pronto para se aventurar e deixar seus móveis de madeira com a sua cara e personalidade? Já escolheu a cor, ou pretende manter o tom da madeira e apenas envernizá-lo?

Tenho certeza que você fará um ótimo trabalho DIY.

Compre seus móveis na BV Magazine e aproveite as Dicas fáceis de como customizar móveis de madeira!

Autor

Compartilhe